fbpx

Quem é Rodrigo Maia, afinal?

Compartilhe!

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

O Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, está na edição deste fim de semana do Valor Econômico. A entrevista ressalta um traço da personalidade do entrevistado, interessante pela posição que ele ocupa na República.

O fato está no início da conversa. Rodrigo Maia abre irritado, por ter sido chamado de conspirador, pelos conselheiros do Presidente Michel Temer, quando a Câmara dos Deputados decidia a denúncia contra ele. Rodrigo afirma, em tom que me pareceu severo:

“Eu não fiz com eles o que eles fizeram com a Dilma (…). Como eles conspiraram, talvez imaginassem que o meu padrão fosse esse. O meu padrão não é o mesmo daqueles que, em torno do presidente, comandaram o impeachment da Dilma”.

Mas, na sequência, Rodrigo Maia abre uma brecha, que justifica a desconfiança dos aliados do Presidente. Ele informou aos entrevistadores que, na mesma ocasião, recebeu da mãe o conselho para não conspirar. Conselho que ele compreendeu como ato de simpatia da mãe pelo Presidente Michel. Sem a simpatia, o conselho seria dispensável.

Ou seja, quem mais conhece a alma do Rodrigo Maia, entendeu que ele poderia, sim, conspirar. Então, há que se perdoar os conselheiros do Presidente Michel.

No mais, a entrevista é a notícia de chantagens entre o Presidente da Câmara e os conselheiros do Presidente da República, na disputa por senadores para os respectivos partidos. Golpes abaixo da cintura, que talvez justifiquem o desespero do Presidente Michel Temer, sentimento registrado pelo entrevistado.

O título é, “Chefe da Casa pede respeito”, que lembra o slogan das campanhas eleitorais do preso Eduardo Cunha: “O povo merece respeitooooo!!!” Uma caricatura do Rodrigo Maia ilustra a entrevista. Nela Rodrigo Maia está bem parecido com um dos personagens do clássico “Revolução dos Bichos”, de George Orwell. Definir qual, fica a gosto do freguês. Tanto pode ser Major, Bola de Neve, Napoleão ou Garganta. Quem conhecer Rodrigo Maia mais de perto, poderá definir.

Por Jackson Vasconcelos

Mais Publicações

Cometário rápido

A DEMOCRACIA E O GOLPE. 

Carnaval de 2024.  O último capítulo do livro “Sexta-feira, 13 – os últimos dias do governo João Goulart”, o autor Abelardo Jurema, Ministro da Justiça

Livros

“Sexta-Feira, 13…”

14 de fevereiro de 2024.  “Passado o episódio do Estado de Sítio, parecia que o Presidente João Goulart iria nortear o seu Governo mais para

Quer aprender mais sobre política?

Conheça nosso curso.